A brincadeira de apenas ESTAR

Compartilhe com muito Amor ...Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Share on Tumblr
Tumblr
Email this to someone
email
Share on Yummly
Yummly

Como é delicioso apenas estar.

O prazer de se fazer e se desfazer, sem limites, sem formas.

O improvável, o infinito, movimento.

Perceba como é desgastante ser uma forma, uma máscara.

Limitada em suas próprias palavras, em seus próprios movimentos.

Mas como apenas deixar estar?

Ora, deixe-se vibrar, deixe-se pulsar.

Pulsar a essência, que é além do corpo – além até da alma.

O prazer da brincadeira de se moldar todos os dias, todos os minutos.

Como uma brincadeira de barro: você o molda, se não gosta, desfaz, se gosta, brinca mais ou pouco, até sentir que deve se desfazer.

Ora, saiba que você, por ora, está neste corpo, mas não é este corpo que te limita.

E aproveite, então, para brincar com este corpo! – E não esqueça de cuidar bem dele para que ele dure bastante e assim poder brincar o máximo com ele!

Ora, sinta! Sinta como é a conexão com tudo que a cerca. Onde vibra, onde toca, se toca. Tocar-se.

Fundir-se com o outro é tão gostoso e grandioso, se você tem para onde voltar. Por isso, esteja e deixe-se pulsar!

Conhecer-se infinita, melodia harmoniosa.

Esteja e descubra o poder de se moldar e ser muito além de máscaras.

De apenas pulsar e se movimentar por aí – neste mundo cheio de aventuras.

Eu lhe convido:

Vamos vibrar?

Compartilhe com muito Amor ...Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Share on Tumblr
Tumblr
Email this to someone
email
Share on Yummly
Yummly

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *