O grito

A voz calada Contida Engolida Sufocada Há muito guardada mas não esquecida. Calada por mim Por medo de mim Dá minha força Dá minha coragem Do meu poder domesticado. O meu grito Não é só meu É de todas as mulheres De minhas ancestrais Que foram mutiladas Violentadas Feridas Machucadas …

Me encontrei em tudo

Adentrei seu altar, Senti sua energia, Me permiti vislumbrar seu poder, Poder de criação, de constância, de amor, de elevação. Me coloquei sob seu véu, Senti o peso da responsabilidade, Me coloquei a disposição para aprender, Aprender a estar presente nas relações e emoções. Fui tocada por suas mãos, Senti …

A arte de Ser

Quietas por gerações Discretas ações Nada fora do eixo Com medo de abrir o queixo Ser julgada pelo erro alheio… Dividida entre dever e desejo Encouraçada que nem um carangueijo Dividida entre Ego e Ser Entre Ter e Prazer Dividida… Pois agora estou decidida Estar em minha essência fluida Pulsar …

Solstício de Verão

Abre-se o portal da luz solar. Chega, oficialmente, a energia do verão. O poder do Sol está mais ativo. É a energia saudável do masculino estimulando a Terra. E o calor da Terra ressoando por todo o planeta. É fusão de corpo e energia. Troca espontânea. É tempo de sentir a …

Sangue Sagrado

E nessa jornada de vida-morte-vida me recolho nos Saberes das Ancestrais. O mar hoje brinda a energia das Yabas que reinam as águas E vibra em meu corpo a energia deste mar. Corre por minhas pernas o sangue sagrado Purificou meu corpo Trazendo a força das ancestrais Trazendo o renascer …

Benzer, curar, cuidar: sobre o ofício da benzedeira

Uma lembrança bonita de infância que tenho é de minha avó benzendo os olhos dos netos, sempre que algum mal nos atacava. A cantiga e o gesto eram sempre os mesmos, fosse cisco, fosse terçol, fosse inflamação: os dedos girando em espiral sobre os olhos enquanto cantava “Santa Luzia passou …

O seu olhar me olha: O seu olhar Melhora o EU! – Devaneios da Deusa

Em tempos de contatos em busca das informações e das emoções fast-food há inúmeros “Eus” envoltos pela cegueira  na sua própria luz (contraparte de sua própria sombra), da preguiça de contato consigo mesmos, do medo de revelar a si mesmos quem realmente são, na desobrigação de ter afeto, no desvencilhamento …

Divã da Rosa Rubra: o Elo entre os Arquétipos

Para nós mulheres que entramos em contato com os saberes ancestrais, conhecemos bem quais as representações sagradas da Deusa: Jovem, Mãe e Anciã e por último atualmente a Guerreira. No entanto observamos esses símbolos de forma isolada e fechada, mas na Natureza absolutamente nada acontece de forma isolada, toda ação …